19 de fev de 2012

36 - AO LADO




Um dia cheguei,
e já fui estranhando os detalhes,
ao meu redor.
Eram as mesmas coisas,
mas numa outra luz,
com sombras estranhas,
do lado errado.
Como se tivesse
mudado de rua,
ao virar da esquina,
para uma outra que nunca foi,
e me visse, agora,
a caminho de outra praça,
onde outros pombos teimosos
caminhassem acenando que sim,
como sempre fazem
aos pés de monumentos anônimos
e vagos.
Demorei-me nos pormenores
e nas trivialidades mais banais,
até me reencontrar
e recuperar os passos de casa,
para me instalar nos gestos velhos
dos antigos confortos,
onde me esqueço de tudo.
Chegado, estranhei-me
apenas a mim...    






(JUN-2007 )        

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário é precioso para mim!
Comente, por favor :